Pin It

[Revista Digital] O Secretariado Remoto e suas versões | Sandra Tarallo

 

Eu resolvi escrever sobre o Secretariado Remoto aqui na Executiva News novamente depois de um tempo.
Isso não significa que eu não estava ligada em tudo o que acontece na modalidade, muito pelo contrário, eu me coloco na posição de constante pesquisadora sobre o assunto.

Afinal de contas, desde quando o conheci nunca mais consegui me desligar do assunto e, claro, nunca quis.

Acredito que, quando conhecemos algo que amamos, não queremos mais desgrudar, não é?
No enunciado, citei a palavra versões sobre o tema e eu vejo isso como uma nova visão sobre a modalidade.

E eu acredito que os “clientes” e profissionais ou aspirantes também devem ver ou rever essas “versões”.

Quando falo assim, estou me referindo, é claro, na forma de apresentação e atuação na modalidade.

Não somos profissionais com todos os conhecimentos do mundo, e isso parece óbvio, não é?

Apesar de esta questão parecer bem clara pra mim, alguns profissionais e clientes estão tirando essa conclusão ao se reportarem ao cliente do Secretariado Remoto e, quando não encontram as respostas para suas questões com apenas um profissional, ficam desapontados.

Acredito que um dos primeiros ensinamentos do Secretariado é que ele é um facilitador, e isso não será diferente em relação ao atual status em “Remoto”.
Continuo sendo uma facilitadora, e posso não saber ou fazer tudo que o cliente me pediu. Mas, assim como uma Secretária presencial, posso encontrar, contratar ou terceirizar sua demanda de acordo com sua necessidade.

Contratar um profissional do Secretariado Remoto e Assistente Virtual não vai resolver todos os seus problemas, porque esse profissional não realizará todas as demandas existentes no mundo.

Mas, se necessita de auxílio, ele pode te ajudar, inclusive através do auxílio de outros profissionais que se tornem especialistas em algumas áreas (eu tenho batido muito neste termo especialista há algum tempo), justamente para o melhor entendimento na hora da contratação.

Em uma feira de eventos, topei com um stand que tinha algo sobre “Secretariado Remoto”. Mas, pasmem, era apenas uma empresa de Telemarketing e atendimento telefônico que oferecia um trabalho relativamente simples, como um atendimento e agendamento de ligações como “Secretariado Remoto”. A falta total de informação, ou a má-fé para expor algo que não se sabe, ou usar um termo muito procurado na Internet para conseguir clientes, confunde quem realmente está procurando um profissional para atendê-lo.

Essa é a versão errada com um propósito equivocado. Eu sou do Marketing. Mas sei e tenho ciência que, às vezes, são usados alguns ganchos em ondas que estão dando certo.

Triste.

A versão do Secretariado Remoto que mais gosto é a de profissionais que realmente entendem que a modalidade existe, tem estabilidade e é um grande conceito fora do Brasil, onde as profissionais são experientes, têm motivações e estão vivendo um momento empreendedor, que pode se tornar algo para um longo ou curto período. E, além disso, continuam estudando e se atualizando.

Minha versão é de uma profissional que está em constante pesquisa e lutando bastante para o crescimento da modalidade.

A pesquisa faz parte da versão empreendedor de um profissional que quer ser dono do seu nariz e quer ter um grande futuro na profissão.

Sandra Tarallo
Secretariado Executivo l UNICID l
Cursando MBA em Comunicação e Marketing | UNICSUL |
Secretária Remota l One Consultoria
Secretária Remota l
Diretora | Executiva News Revista Digital |
linkedin.com/in/sandratarallo l
oneconsultoriasecretariaremota@gmail.com |
executivanews@gmail.com

(Visited 8 times, 1 visits today)
%d blogueiros gostam disto: