Pin It

[Revista Digital] A importância da comunicação no pool de Secretariado | Camila Tertuliano

As organizações, hoje, precisam de um pool de Secretários com uma comunicação afiada e dinâmica. Podemos comparar o pool da organização como uma orquestra sinfônica. Imagine uma orquestra sem ritmo, teria uma apresentação desafinada e barulho ensurdecedor. Mas, quando temos uma orquestra afinada e com ritmo, a música é suave e encantadora. Com o profissional de Secretariado não é diferente. Somos uma equipe e todos têm as suas funções e responsabilidades, porém, ninguém trabalha sozinho: temos que dar continuidade às tarefas do outro funcionário, e isso ocorre naturalmente – temos que ter comunicação verbal, escrita, corporal, clara e objetiva.

Brincamos que os Secretários têm que ter bola de cristal para prever o futuro. Na verdade, o que precisamos é nos comunicar, prestar atenção no seu colega de trabalho e ter uma empatia com próximo. Quando você tem uma informação ou ensinamento novo, não passa para frente, guarda em sete chaves, a rotina de trabalho fica difícil e, com essas atitudes, você deixa de se comunicar, e isso atrapalha o cotidiano da empresa.

Às vezes, estamos tão acomodados com nosso emprego que nos sentimos ameaçados com a chegada de novo funcionário. Qual é a primeira coisa que passa na mente do empregado acomodado? É rejeitar o colega e dizer aquela velha frase: “Quando eu cheguei aqui, ninguém me ensinou; por que tenho que fazer diferente?”. Essa é hora de mostrar que somos superiores a atitudes negativas em nossas vidas.

Como uma atitude diferente, você pode transformar o clima e mostrar o quanto você é especial. Quando trabalhamos com empatia a nosso favor, tudo fica simples. Quando paramos para pensar como o outro iria se sentir, ou como ele vai entender a sua expressão, a sua comunicação será eficiente.

Tenho algo comigo: quanto mais nos comunicamos e ensinamos as pessoas, nós evoluímos e aprendemos. A chave para o sucesso no pool dos Secretários é a comunicação e a empatia com seu parceiro de trabalho. Posso dizer que essa relação de trabalho é igual a um casamento: temos que ter confiança, lealdade e entender o momento de cada um. Muitas das vezes, queremos as coisas para ontem, mas o seu tempo não é tempo do outro.

Às vezes, com uma atitude, podemos deixar o ambiente difícil para se trabalhar. A evolução vem com hábitos inovadores, pois, como diz Peter Drucker, “As únicas coisas que evoluem por vontade própria em uma organização são a desordem, o atrito e o mau desempenho”.

A responsabilidade pelo clima organizacional, comunicação e ordem da empresa é de cada colaborador que faz parte da instituição. Temos que ter um cuidado com as nossas atitudes, pois, se há contenda e intriga no seu setor e a produtividade está baixa, isso pode ser falta de sincronia nas informações e isso, com certeza, não é culpa da gestão. Porém, a comunicação deve estar com ruídos e isso pode ser a sua culpa. Não fique esperando o outro mudar, faça a diferença no dia a dia do seu gestor. Quando decidimos deixar o local mais harmonioso, conseguimos não deixar o espírito de contenda te contaminar. Seja a luz das pessoas.

Camila Rodrigues Tertuliano
Registro: 0003825/DF, em 29/10/2012
Secretária Executiva
Especialista em Gestão de Pessoas
Fanpage: facebook.com/Neosecc
Blog: neosecc.wordpress.com
E-mail: seccamila.tertuliano@gmail.com

(Visited 64 times, 1 visits today)
%d blogueiros gostam disto: