[Revista Digital] FALANDO SOBRE BALANÇA COMERCIAL | Ingrid Rabelo

Alguns profissionais se perguntam sobre o que é a balança comercial, como funciona e para que serve. Não entrando nos exemplos complexos sobre os cálculos, pois isso será visto mais adiante em outra postagem que farei, mas me limitarei em esclarecer esse assunto um pouco temido por algumas pessoas. E assim, acabar de vez com a forma que você se sente deslocado em reuniões ou lugares que o assunto é remetido a esse tema.
Podemos afirmar que a balança comercial é a conta bancária que registra os valores das importações e exportações entre países.
A movimentação se dá pelas vendas e compras entre países, e essas movimentações podem ser maiores ou menores.
Se a exportação for maior que a importação, registra-se um Superávit.
Se a importação for maior que a exportação, registra-se um Déficit na balança comercial.
Na segunda situação, onde a balança apresenta saldo negativo, é preciso a manifestação do governo para solicitar empréstimos de banqueiros do exterior ou recorrer a reservas cambiais de dólares que o Estado tiver em caixa para equilibrar a balança. Nesse caso, chamamos de dívida externa.
Superávit: é o resultado de saldo positivo dos valores em dólares das importações; assim, a balança comercial é considerada favorável.
Déficit: é o resultado de saldo negativo dos valores em dólares das exportações; assim, a balança comercial é considerada desfavorável.
Dívida externa são débitos de um país através de empréstimos e financiamentos no exterior pelo próprio governo, por empresas estatais ou privadas.
Dívida interna são empréstimos contraídos em moeda nacional pelo governo com as pessoas físicas e jurídicas residentes no país.
Assim, a balança comercial serve para equilibrar a economia entre países.
O resultado obtido na balança comercial é encontrado da seguinte forma:
Saldo da balança comercial = Exportações – Importações
Essa relação de exportação e importação resulta na taxa de cobertura das importações pelas exportações, vejamos:
Taxa de cobertura = Exportações x 100%
Importações

Dessa forma, a taxa nos indica qual a porcentagem que as exportações pagam as importações. Abaixo um exemplo atual da balança comercial brasileira.

http://www.mdic.gov.br/comercio-exterior/estatisticas-de-comercio-exterior/balanca-comercial-brasileira-semanal

Resumo por ilustração
Exportação > saída > produtos + comércio = lucro
Importação > chegada > produtos + comércio = lucro

Na ilustração JAN>1.Equilíbrio, podemos afirmar que as exportações e importações se mantiveram em equilíbrio financeiro, não havendo desajuste bancário para o período de compra e venda citado.
Na ilustração FEV>2.Desequilíbrio, percebe-se que houve um superávit para a moeda reais e um déficit para a moeda dólar, podendo obter o reajuste por dívida externa.
Na ilustração MAR>3.Reequilibrio, através da movimentação e meios para manter a balança comercial equilibrada no mês anterior. O mês posterior não transpareceu lucrativo, porém se manteve estável entre os produtos exportados do Brasil e importados do USA.

REFERÊNCIAS
https://pt.wikipedia.org/wiki/Economia_do_Brasil
https://pt.wikipedia.org/wiki/Balan%C3%A7a_comercial
http://www.mdic.gov.br/comercio-exterior/estatisticas-de-comercio-exterior/balanca-comercial-brasileira-semanal

Ingrid Miranda Rabêlo

MBA em Administração e Negócios Internacionais–UNINTER

Bacharel em Secretariado Executivo–UCSal

Colunista da Revista Executiva News Digital

Contatos: (71) 9-8629-2113 (Salvador-BA)

E-mail: miranda.assessoria89@gmail.com

%d blogueiros gostam disto: