[Revista Digital] Arrumação guarda roupa | Priscila Avelar

Você sabia que, ao arrumar seu guarda-roupa, você organiza também a sua vida? Comecei o ano já fazendo a arrumação do meu guarda-roupa. E você, também já arrumou o seu? Vejo entre minhas amigas e clientes que esta é uma das promessas de ano-novo. Tirar o que não usamos mais, rever as peças que até já tínhamos esquecido, encontrar alguns objetos que trazem boas lembranças ou não tão boas, enfim, preparar este espaço para facilitar as nossas escolhas de roupas e acessórios no nosso dia a dia.
A autora japonesa Marie Kondo, que escreve sobre a organização da casa em geral, tem dois livros muito interessantes – “A mágica da arrumação” e “Isso me traz alegria” – que trazem diversas orientações sobre como organizar os cômodos, os armários, a despensa, quarto, sala, quarto, tudo! Uma super ajuda!
“A vida só começa, de fato, depois que você organiza sua casa. Esta é a razão de eu ter dedicado grande parte da minha existência ao estudo da arrumação… Mas, arrumar não significa simplesmente descartar tudo. Apenas quando sabemos escolher as coisas que nos trazem alegria é que conseguimos alcançar nosso estilo de vida ideal.” (Marie Kondo).
Ela escreve sobre a importância de manter um objeto, seja ele qual for (roupas, livros, acessórios, utensílios domésticos, etc.), somente se te trouxer alegria. Pensando desta forma, desfazemos-nos de coisas que só ocupam espaço, não nos trazem benefício algum ou apenas lembranças tristes. Até quando ficar relembrando histórias que não te fazem bem? Vou usar essa consideração, manter o que te traz alegria, como uma das dicas para você arrumar seu guarda-roupa e terminar até organizando sua vida. E, acreditem, faz mesmo diferença!
Então vamos lá, escolha um dia livre, coloque as músicas que você gosta, vamos dar um trato em seu guarda-roupa e sinalizar um OK neste tema no checklist de desejos para 2018!
•Tire todas as roupas do armário e junte também todas que estão pela casa (exceto que está lavando);
•Após juntar as roupas, faça a checagem, uma a uma: esta peça me traz alegria? “Você pode também definir as coisas que irradiam alegria como aquelas que o deixam feliz. Se você adora uma roupa porque ela o mantém aquecido, por exemplo, mantenha-a sem pestanejar.” (Marie Kondo);
•Se necessário, vista a peça e avalie a frequência que a usa. Pense francamente… Se não a usa há anos, dificilmente irá usar novamente;
•Faça este mesmo processo com os sapatos – juntar e avaliar se te traz alegria;
•As roupas dispensadas podem ser doadas para uma instituição de caridade, para uso dos assistidos ou bazares para arrecadação de recursos (olha aqui outro desejo de ano-novo: ajudar o próximo –. aproveite essa chance! Mais um OK na sua lista);
•Peças mais volumosas, que amassam com facilidade e sejam difíceis de dobrar, devem ficar penduradas em cabides. Procure deixar todas com a frente virada para um mesmo lado e mantenha a ordem por categorias, camisas com camisas, vestidos com vestidos e assim por diante;
•Uma bolsa pode ser guardada dentro de outra – um bom ganho de espaço;
•Acessórios: brincos, anéis, pulseiras, relógios: procure deixar em um mesmo local ou bem próximo, para facilitar a escolha no dia a dia. “Recomendo que você organize seus acessórios de modo que o interior da gaveta se pareça com uma vitrine; assim, toda vez que abrir experimentará uma alegria imensurável.” (Marie Kondo).
•Vasilhas de sorvete e nécessaires são uma boa opção para separação de itens em gavetas;
•Verifique se há zíperes para trocar, falta de botões, bainhas para fazer, ajustes em roupas folgadas e estes consertos irão te incentivar a voltar a usar tais peças esquecidas no fundo do armário;
•Desfaça-se de sapatos, bolsas e roupas que já foram muito usadas e estão desgastadas, rasgadas, manchadas e que não combinam mais com você: elas já tiveram sua contribuição;
•Em meio à arrumação, aproveite para limpar e deixar arejar todo o armário que fica a maior parte do tempo fechado;
•E para terminar, reveja se é mesmo necessário guardar objetos que te trazem lembranças tristes, peças que não servem mais, não tem mais seu estilo… Se ainda ficar em dúvida, deixe de lado por uns dias e volte a avaliar em outro momento.
Ufa, terminamos! Cansa, mas vale a pena! Você vai se sentir renovada, terá muito mais facilidade para encontrar suas coisas, vai economizar tempo e energia, fica mais fácil pensar em opções de looks, nenhuma peça vai ficar esquecida no fundo do guarda-roupa, ganhou espaço, livrou-se das recordações que te trazem tristeza, de peças que não usava… Que venham novas e boas recordações e conquistas!
Todo este processo de organização e tomada de decisões, com base no que te faz feliz, certamente irá também te fazer refletir em suas ações no dia a dia. A mudança é mais inconsciente; aos poucos, você nota e vai querer cada vez mais se organizar para alcançar seus objetivos.
Cuide de suas coisas, cuide de você.
Me conta depois como foi a experiência! 🙂
Beijos,

Livros:
“Isso me traz alegria” – Marie Kondo
“O que suas roupas dizem sobre você” – Trinny Woodall e Susannah Constantine

Priscila Avelar
Consultoria de Imagem Pessoal e
Corporativa |
Marketing Pessoal | Personal Branding
E-mail: priscila@prisence.com.br
Site: prisence.com.br
Cel.: (11) 9-9971-7865

%d blogueiros gostam disto: