Esporte | Sonho de uma noite de Verão | Executiva News

Há quem diga que todas as noites são de sonhos. Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão. No fundo, isto não tem muita importância. O que interessa mesmo não é a noite em si, são os sonhos. Sonhos que o homem sonha sempre, em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado.”

(Shakespeare – Sonho de Uma Noite de Verão)

Zagallo ou Telê Santana estariam para Chuck Daly, assim como Pelé, Rivellino, Carlos Alberto Torres e companhia estariam para Michael Jordan, Magic Johnson, Larry Bird e demais?

Se nossas Seleções de 70 e 82 encantaram o mundo do futebol, o primeiro e verdadeiro Dream Team encantou nos Jogos Olímpicos de Barcelona em 1992.

A equipe norte-americana era formada por: Michael Jordan e Scottie Pippen, do Chicago Bulls; Magic Johnson, do Los Angeles Lakers; Larry Bird, do Boston Celtics; Patrick Ewing, do New York Knicks; Charles Barkley, do Phoenix Suns; John Stockton e Karl Malone, do Utah Jazz; Clyde Drexler, do Portland Trail Blazers; Chris Mullin, do Golden State Warriors; e David Robinson, do San Antonio Spurs. Christian Laettner, da Universidade DUKE, completou a lista.

Ouso afirmar que o Dream Team-92 é a maior e melhor equipe histórica da NBA, mas os tempos já não eram tão dourados para o basquete norte-americano.

Foram sete medalhas de ouro entre os Jogos Olímpicos de 1936 e 1968, todas de forma invicta. Em Munique-1972, os soviéticos impuseram a primeira derrota, e o Basquete Mundial passou a ter novo cenário com os times “comunistas” brigando ponto a ponto.

A História nos conta que os EUA não eram mais hegemônicos. Perderam a final dos Jogos Pan-Americanos de 1987 para o Brasil; bronze em Seul-1988; vice mundial em 1990, perdendo para a Iugoslávia de Drazen Petrovic e companhia.

Em 1989, em Assembléia da FIBA, o esporte se transformou, quando foi aprovada a participação de atletas profissionais nas competições organizadas pela Federação.

Neste cenário, as lendas da NBA foram obrigadas a disputar o Pré-Olímpico.

Já nos Jogos, o Dream Team-92 foi implacável, conquistando o ouro diante da (já separada) Croácia.

No documentário “The Dream Team“, exibido pela TV da NBA, Rod Thorn, executivo da Liga à época, admitiu que a grande tarefa foi convencer Michael Jordan a fazer parte do time. Jordan era a grande estrela da NBA, mas já havia participado do ouro olímpico em Los Angeles-1984, e parecia não ter motivação para atuar de novo. O próprio Jordan admitiu no documentário: “Esperava que não chamassem para jogar. Ficava pensando em uma maneira de recusar o convite de forma gentil”.

O melhor jogador de Basquete de todos os tempos impôs uma condição: só jogaria acompanhado por outros atletas de alto nível. Então, Magic foi procurado, aceitando o convite, sendo seguido por outro lendário: Larry Bird. As confirmações de grandes estrelas foram se acumulando até que tudo retornou a Michael Jordan. Atender a convocação da pátria já era uma obrigação.

Este time histórico da NBA era uma verdadeira máquina perfeita de jogar basquete, assim como nossas Seleções de 70 e 82 no Futebol.

De lá para cá, novos “Dream Teams” foram formados. Pedrinho, Camilla e eu chegamos a vê-los jogando na Rio-2016, mas eles já não eram mais “shakespearianos”.

Eu me lembro, do alto de minha adolescência, de ter recortes deste time. Hoje, 25 anos depois, algumas jogadas ainda estão na minha memória.

Jamais teremos uma companhia tão estrelada e genial como aquela que nos encantou em 1992, tal como um verdadeiro “Sonho de Uma Noite de Verão” nas quadras de Barcelona.

Como Shakespeare para as Artes, nunca haverá nada igual na História do Esporte.

Elenco

#4 Christian Laettner – Duke University

#5 David Robinson – San Antonio Spurs

#6 Patrick Ewing – New York Knicks

#7 Larry Bird – Boston Celtics

#8 Scottie Pippen – Chicago Bulls

#9 Michael Jordan – Chicago Bulls

#10 Clyde Drexler – Portland Trail Blazers

#11 Karl Malone – Utah Jazz

#12 John Stockton – Utah Jazz

#13 Chris Mullin – Golden State Warriors

#14 Charles Barkley – Phoenix Suns

#15 Magic Johnson – Los Angeles Lakers

Texto: Executiva News Revista Digital – 17ª edição – Link: http://bit.ly/2jkW7Zi

Site: Executiva News Revista Digital – Link: http://executivanewsrevistadigital.com/

Artigo| Autor(a) |

Borny Cristiano So

Advogado Trabalhista

E-mail: borny.cristiano@brta.com.br

Tel.: (11) 3509-1850

Site: www.brta.com.br

 

%d blogueiros gostam disto: