EDI e contabilidade | Artigo TI | Executiva News | Executiva News Revista Digital

EDI e contabilidade | Artigo TI | Executiva News

Em TI, há um grande facilitador para processos de negócios que não se limitam a uma única empresa e que envolvem grande volume de informações: o tradicional EDI, ou Electronic Data Interchange (Intercâmbio Eletrônico de Dados).

Trata-se da troca de arquivos entre duas empresas. Por mais diferentes que sejam os sistemas ERP utilizados, a padronização (combinada previamente) do layout dos arquivos trocados permite que eles “falem a mesma língua”.

Um exemplo de aplicação é o processo de contabilidade bancária para contas a receber:

-A empresa X vende produtos/serviços a seus clientes.

-Os faturamentos da empresa X resultam em títulos a receber, contendo valor, data de vencimento, etc.

-Diariamente, a empresa X cria um arquivo (conhecido como “CNAB”) contendo os títulos a receber e o envia ao banco B.

-O banco B processa o arquivo, emite boletos relacionados aos títulos a receber da empresa X e os envia aos destinatários.

-Diariamente, o banco B envia um arquivo para a empresa X contendo informações relacionadas aos títulos.

Finalmente, a empresa A processa o arquivo em seu sistema ERP. As instruções bancárias são diversas:

-Baixa de título por pagamento na data de vencimento (liquidação).

-Baixa de título por pagamento em atraso (incidiram juros/mora/multa).

-Baixa de título com utilização de créditos anteriores (descontos obtidos por pagamento na data de vencimento).

-Despesas bancárias que o banco B cobra da empresa X.

-Etc.

No sistema SAP ERP, as operações acima ocorrem por intermédio do FI-BL (Bank Accounting), que auxilia as empresas nos procedimentos bancários para contas a pagar, a receber, controle de saldos de caixa e outros.

 

Dênis Paschoalinoto

MBA Controladoria e Finanças-UNICSUL |

SAP Consultant |

linkedin.com/in/denispaschoalinoto

 

Veja outros artigos na Revista Executiva News

 

 

 

%d blogueiros gostam disto: