Pin It

As férias estão chegando. E agora? | Executiva News | 20ª edição | Michelle Soares

Finalmente, férias! Hora de recarregar as energias e pensar no planejamento de 2018. Mas ainda não sei para onde vou. Calma! Vamos por partes.

Ainda não pensou no destino, mas gostaria de viajar? Então, abra seu computador e veja quais lugares te atraem. Não se esqueça do seu orçamento: baseado nele, você pode estipular a distância e duração de sua viagem. Orçamentos mais curtos também permitem viagens relaxantes, como por exemplo, alguns dias em hotel fazenda ou um day use em algum local do seu agrado.

Não planejei, porém, tenho um orçamento favorável. OK, se sua situação é esta, não se afobe em comprar as primeiras passagens que aparecerem. Muitas passagens caem de valor nas madrugadas dos finais de semana – procure por estas. Economizando nas passagens, você pode pensar em um hotel agradável, ou, se for como eu, os melhores locais para passear e comer (sim, amo comer em minhas andanças).

A terceira opção: tenho outras prioridades este ano e abrirei mão das férias. Sim, isto é possível para nós brasileiros (quiçá o resto do mundo) em momentos de crises: temos que fazer escolhas. Mesmo que sua opção seja esta, digo: saia para se divertir, nem que seja para jogar conversa fora com os amigos. Pois normalmente as férias passam rápido e, provavelmente, você terá que esperar por um ano até conseguir tirar outro período. Emendando uma atividade na outra, o seu corpo pode padecer de cansaço.

Férias é sinônimo de renovação. Neste período de final de ano, muitas pessoas também saem para encontrar familiares. Nada mais agradável do que estar próximo de quem nos quer bem. Para este grupo, aconselho aproveitar a cidade, fazer daquele evento realmente seu descanso.

Muitas pessoas também deixam de viajar por estar com crianças. Pense bem, este tempo passa rápido e há muitos destinos que comportam os pequenos – que podem ter boas lembranças destes momentos.

Então, para embarcar na jornada, eis algumas dicas:

1.Viajar de última hora não significa necessariamente gastar mais; por isso, pesquise.

2.Em viagens de última hora, às vezes uma agência de turismo cai bem, pois eles trabalham com pacotes que podem te auxiliar. Mas abra os olhos para preços abusivos.

3.Se a viagem for em família, decida por todos ou já leve à discussão um planejamento pré-elaborado. Esta atitude ajuda na hora da decisão e diminui o leque de oportunidades, auxiliando na economicidade do tempo para escolhas inerentes à viagem.

4.Estipule metas: quanto vou gastar, quantos dias viajando, tipo de roupas, locais para visitar. Assim, você não perde o foco e sua viagem fica mais proveitosa.

Boas férias e ótimas viagens!

Michelle Soares

Secretária Executiva-Universidade de Brasília

Docente Faculdade Projeção

Facebook: Mentoria e Técnicas de Estudos em Secretariado Executivo

E-mail: michellesoares@bce.unb.br

Cel.: (61) 9-9380-2293

 

(Visited 24 times, 1 visits today)
%d blogueiros gostam disto: